Imperador do Japão está preocupado com a Covid-19 durante Olimpíadas, diz administrador da casa imperial | Mundo

Imperador do Japão está preocupado com a Covid-19 durante Olimpíadas, diz administrador da casa imperial | Mundo

O imperador do Japão, Naruhito, parece estar preocupado com a possibilidade que as Olimpíadas em Tóquio façam com que o coronavírus se espalhe mais no país, afirmou nesta quinta-feira (24) o chefe da Agência da Casa Imperial.

Pela primeira vez, atleta transexual vai participar das Olimpíadas
Pela primeira vez, atleta transexual vai participar das Olimpíadas

Pela primeira vez, atleta transexual vai participar das Olimpíadas

A preocupação do imperador foi descrita como uma impressão oficial, e não como uma expressão explícita. Nas redes sociais, os japoneses se perguntam se Naruhito pode chegar a fazer um pronunciamento formal sobre o tema.


“O imperador está extremamente preocupado com o atual estágio das infecções pelo coronavírus, disse o líder da administração da casa imperial, Yasuhiko Nishimura, em uma entrevista coletiva.

“Dadas as preocupações do público, ele aparentemente está preocupado com a possibilidade de as Olimpíadas e as Paraolimpíadas, eventos que o imperador é o patrono honorário, façam com que as infecções aumentem”, disse Nishimura.

O imperador não tem poder político no Japão, mas ele é respeitado no país, apesar de serem raras as declarações públicas.

Ele ainda não decidiu se vai participar da abertura dos eventos, em 23 de julho.

O diretor-executivo dos jogos de Tóquio, Toshiro Muto, afirmou que as declarações de Nishimura não mudam nada para os jogos, que já foram adiados em 2020 por causa da Covid-19.

“Nossa responsabilidade é mitigar as preocupações do público e garantir que os Jogos acontecerão de forma segura”, disse Muto.

Os organizadores proibiram torcedores estrangeiros e limitaram o número de pessoas que vão assistir as competições.

A oposição de japoneses à Olimpíada parece ter diminuído nas últimas semanas, mas quase metade dos japoneses permanecem contrários à organização do evento daqui a 30 dias, segundo pesquisas.

O governo japonês suspendeu no domingo (20) o estado de emergência em Tóquio e outras regiões do país devido à queda no número de casos e mortes por Covid-19 e à aceleração da vacinação.

Desde março o país tem lutado contra uma nova onda de infecções, e o número infectados por dia chegou a quase 8 mil por dia no fim de abril e o de óbitos mortes passou de 200 em meados de maio. Mas os novos casos caíram para 1,4 mil por dia e o número de vítimas, para menos de 50 atualmente.

Terceira maior economia do mundo, atrás apenas de Estados Unidos e China, o Japão é atualmente um dos países desenvolvidos com menos habitantes imunizados.

Menos de 20% da população recebeu ao menos uma dose e só 8% está totalmente vacinada, segundo dados do “Our World in Data”, projeto ligado à Universidade de Oxford.

Os números são muito menores que os de Reino Unido (63% com ao menos uma dose e 46% totalmente vacinados), EUA (53% e 45%), Alemanha (51% e 32%) e até o Brasil (30% e 11%)

Mas a vacinação tem ganhado tração no país de 126 milhões de habitantes. O Japão tem aplicado uma média de mais de 1 milhão de doses por dia desde o dia 15.

Veja os vídeos mais assistidos do G1

Compartilhe

Comente

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .