Doodle do Google homenageia a atriz

Doodle do Google homenageia a atriz

Nesta quarta-feira (12), o Doodle do Google exibe a arte de Ruth Souza em comemoração ao centésimo aniversário da atriz, que fez história no teatro nacional. A imagem mostra Ruth na frente das cortinas do teatro, como se estivesse em uma apresentação no palco. 

Considerada a dama negra do cinema, da televisão e do teatro, Ruth Souza foi a primeira atriz negra a se apresentar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, ao interpretar uma mulher indígena na peça Imperador Jones, dirigida por Abdias Nascimento. Além disso, ela marcou a história do cinema nacional ao ter sido a primeira artista indicada a um prêmio internacional. Em 1954, Ruth Souza recebeu a indicação de melhor atriz no Festival de Veneza por seu papel em Sinhá Moça (1953). 

Quem foi Ruth Souza

Nascida em 1921, filha de lavrador e lavadeira, desde criança Ruth Souza desejou se tornar atriz. Assim, ainda adolescente, começou a participar do Teatro Experimental Negro, companhia teatral coordenada por Abdias Nascimento, que tinha a finalidade de promover a valorização do negro no país. Em 1950, ela dá um grande salto em sua carreira como artista ao receber uma bolsa para estudar teatro e cinema na Universidade de Harvard e na Academia Internacional do Teatro Americano nos EUA. 


Após sua estreia em 1945 no palco, Ruth Souza conseguiu a oportunidade de começar sua carreira no cinema. Dessa forma, em 1948, ela fez sua estreia na sétima arte no filme Terra Violenta, uma adaptação do romance Terras do Sem Fim, do escritor Jorge Amado. A trajetória de Ruth no ramo cinematográfico foi extensa ao ter contribuído em 37 filmes, entre eles estão alguns grandes sucessos como Assalto ao Trem Pagador (1962), Jubiabá (1987) e As Filhas do Vento (2004).

Ruth Souza
Atriz Ruth Souza. | Foto Reprodução/O Globo. 

Na TV, a atriz deixou o seu legado com a participação em várias novelas que foram exibidas em emissoras como a Rede Globo e Record. No ano de 1969, ela se tornou a primeira mulher negra a exercer o papel de personagem principal em uma novela. Essa conquista se tornou um marco para a história da teledramaturgia no Brasil, pois deu início ao alcance de uma maior representatividade em tela. Ruth esteve presente em novelas que fizeram sucesso como Passo dos Ventos (1968) e O Clone (2001). Sua última contribuição na televisão foi sua performance na minissérie de 2018, Se eu fechar os olhos agora, exibida na TV Globo. 

Ruth Souza morreu no dia 28 de julho de 2019, aos 98 anos, no Centro Médico Hospital Copa D’Or no Rio de Janeiro.

_______________________________
Por Lucas Kelly – Redação Fala!


Compartilhe

Comente

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .