Bruno Reis defende volta às aulas após vacinação dos profissionais da educação

Bruno Reis defende volta às aulas após vacinação dos profissionais da educação

O anúncio da prioridade da vacinação dos trabalhadores da área da educação com 55 anos ou mais deve possibilitar o retorno breve das aulas presenciais nas unidades de ensino de Salvador. 

Em coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira, 15, o prefeito Bruno Reis (DEM) defendeu este retorno de forma breve logo após a imunização dos profissionais, o que pode acontecer já na próxima semana.

“Vamos tentar vacinar semana que vem. Já vacinando esse público mais vulnerável, vou defender esse posicionamento de voltar com as aulas presenciais”, afirmou.

Bruno contestou ainda a posição do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que pediu que a Prefeitura de Salvador divulgasse os critérios sanitários e os indíces epiodemiológicos necessários para que o retorno das ativades presenciais nas escolas seja possibilitado. 

Em comunicado o órgão apontou que “É essencial a divulgação dos critérios técnicos-científicos que orientam a tomada de decisão quanto à permanência ou não da suspensão das aulas presenciais, tendo em vista que a participação da comunidade escolar pressupõe o respeito à informação, devendo-se imperar o zelo para otimizar a publicidade das deliberações relacionadas ao exercício do direito à educação”, algo que não foi bem-visto pelo prefeito, que afirma ter dado total transparência sobre os critérios que serão adotados.

“A gente fica sem entender essas posições, que não são do Ministério Público, mas de um ou outro promotor. Formamos um grupo para discutir os protocolos e eles foram validados. Já é de pleno conhecimento do Ministério Público dos protocolos e dos critérios que estabelecemos para a retomada da educação na nossa cidade”, afirmou o prefeito.

De acordo com Bruno, há um grupo formado para discutir o assunto com a chefe do MP-BA, a procuradora-geral Norma Cavalcanti, com o defensor-público geral, Rafson Ximenes, e com outros representantes de órgãos públicos municipais e estaduais incluindo o governador Rui Costa (PT).

Vacinação


Em um post publicado nas suas redes sociais após a coletiva, o prefeito anunciou a aprovação da vacinação dos trabalhadores da educação de 55 anos. De acordo com o prefeito, a volta às aulas presenciais está condicionada à chegada de novas doses enviadas pelo Ministério da Saúde.

“Vamos poder voltar a educação de forma mais segura. Todos sabem o meu compromisso com essa bandeira, quero fazer de Salvador a primeira capital do Brasil também na educação e é muito importante essa retomada. Em nenhum momento nós paramos, já que investimos em um sistema de educação tecnológico que se tornou referência no Brasil e que vai nos ajudar a reforçar a educação na nossa cidade”.



Compartilhe

Comente

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .