Dupla jornada facilita entrada de mulheres no empreendedorismo, avalia Rosemma Maluf

Dupla jornada facilita entrada de mulheres no empreendedorismo, avalia Rosemma Maluf

A Pesquisa do Monitoramento de Empreendedorismo Global, divulgada no fim do ano passado, revela que o Brasil tem aproximadamente 30 milhões de mulheres empreendedoras, o que representa uma média de 48,7% de todo mercado nacional. Segundo a coordenadora da Câmara Estadual da Mulher Empresária da Fecomércio, Rosemma Maluf, uma explicação para este aumento seria a possibilidade de aliar com a dupla jornada.

Rosemma pontuou, durante entrevista para o ‘Isso é Bahia’, na rádio A TARDE FM, que as mulheres tendem a empreender mais do que os homens porque é uma forma de conseguir uma renda extra conciliando com outras atividades, como afazeres domésticos e cuidar dos filhos.

“Você pode observar que sempre vai conhecer alguém que faz bolo em casa, que vende algo de porta em porta, representa algum produto. Porque o empreendedorismo é uma forma confortável da mulher conciliar com sua dinâmica pessoal”, avaliou Rosemma, nesta segunda-feira, 8, Dia Internacional da Mulher.

>> Número de mulheres que empreendem cresce 40% durante a pandemia

>> Empreendedorismo feminino avança na Ilha dos Frades e Bom Jesus dos Passos

Apesar do aumento no ramo do empreendedorismo, as mulheres ainda ocupam menos cargos gerenciais do que os homens. De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mulheres só ocupavam pouco mais de 1/3 dos cargos gerenciais na Bahia em 2019.

Além disso, a pesquisa do IBGE também mostra que o maior envolvimento em tarefas não remuneradas, ou seja, nos cuidados com a casa e seus moradores (afazeres domésticos e cuidados com pessoas), é um dos fatores que explicam a menor participação das mulheres no mercado de trabalho.

Em 2019, na Bahia, as mulheres em geral dedicavam mais que o dobro de tempo dos homens aos afazeres domésticos e cuidados com pessoas. Elas despendiam 20,9 horas semanais nesse trabalho não remunerado, enquanto eles despendiam, em média, 9,9 horas semanais.

Dificuldades

Diante das dificuldades que as mulheres enfrentam, ao ter que lidar com a jornada dupla e encontrar no empreendedorismo uma opção de fonte de renda, a coordenadora da Fecomércio destacou a importância das mulheres estarem unidas para que possam gerar inspiração entre elas.

“Precisamos cooperar para existir. Quando estamos juntas, nos inspiramos. Uma se inspira na história da outra e isso encoraja a continuar. Mulher precisa, antes de mais nada, de muita coragem para empreender”, finalizou Rosemma.



Compartilhe

Comente

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .