Inflação de dezembro é de 0,92% na Região Metropolitana de Salvador e fecha 2020 em 4,31%

Inflação de dezembro é de 0,92% na Região Metropolitana de Salvador e fecha 2020 em 4,31%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ficou, em dezembro, em 0,92% na Região Metropolitana de Salvador (RMS), encerrando a trajetória ascendente do indicador que se iniciou no mês de setembro.

O resultado para dezembro foi inferior, tanto na comparação com o mês anterior (tinha sido de 1,17% em novembro), quanto em relação ao índice do mesmo mês no ano passado (1,26%, em dezembro de 2019). Em dezembro, o índice na RMS foi o segundo menor das 16 áreas pesquisadas no país, à frente apenas do registrado em Aracaju (SE), de 0,91%, e ficou abaixo do registrado no país como um todo (1,35%).

No mês, as maiores inflações se deram em São Luís (MA), 2,18%, na Região Metropolitana de Porto Alegre (RS), de 1,85%, e na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RJ), 1,62%. Com o resultado do mês, o IPCA da RMS fechou o ano de 2020 em 4,31%. Ficou um pouco abaixo da média nacional (4,52%), mas foi a maior inflação para um ano na RMS desde 2016 (6,72)%.

Em 2020, o IPCA da Região Metropolitana de Salvador foi o 11º maior dentre as 16 áreas investigadas. As maiores inflações no ano foram em Campo Grande (MS), de 6,85%, Rio Branco (AC), 6,12%, e na Região Metropolitana de Fortaleza (CE), 5,74%. No outro extremo, o IPCA do ano foi menor em Brasília (DF), 3,40%, e nas Regiões Metropolitanas de Curitiba (PR), 3,95%, e Rio de Janeiro, 4,09%.



Compartilhe

Comente

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!