Mesário é afastado por fazer propaganda política em Vitória da Conquista

Mesário é afastado por fazer propaganda política em Vitória da Conquista

Um mesário foi afastado neste domingo, 29, em Vitória da Conquista, por fazer apologia política com foto postada nas redes sociais enquanto trabalhava, em seção localizada na Escola Municipal Frei Serafim do Amparo, na Vila Serrana II, informou o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA). Segundo a Corte, o caso pode ser enquadrado como crime eleitoral.

O tribunal não informou para qual dos candidatos o mesário fez propaganda. O prefeito Herzem Gusmão (MDB) e o ex-prefeito Zé Raimundo (PT) disputam o segundo turno na cidade.

Pela legislação, é proibido aos servidores da Justiça Eleitoral, mesários e fiscais o uso de roupas ou objetos com qualquer propaganda de partido, coligação ou candidato. Aos fiscais partidários, é permitido apenas o uso de crachá com o nome e a sigla do partido político ou da coligação a que sirvam.

Denúncias de irregularidades e crimes eleitorais podem ser encaminhadas diretamente ao Ministério Público Eleitoral. No dia da votação, os juízes eleitorais e presidentes de seção exercem poder de polícia e podem mandar cessar práticas ilegais de candidatos, eleitores e dos próprios colaboradores.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!