Polícia detém terceiro suspeito de envolvimento em ataque em Nice | Mundo

Polícia detém terceiro suspeito de envolvimento em ataque em Nice | Mundo

O atentado aconteceu na manhã da quinta-feira. O agressor, Brahim Issaoui, um tunisiano de 21 anos recém-chegado a Nice, entrou na igreja com uma faca e atacou várias pessoas. Em menos de meia hora, matou três pessoas, entre elas a brasileira Simone Barreto Silva, de 44 anos.

A polícia neutralizou o agressor, que está hospitalizado.

No mesmo dia do acidente, a polícia da França prendeu um homem de 47 anos suspeito de ter mantido contato com o autor do ataque.


Um segundo homem, de 33 anos, que também teria entrado em contato com o agressor na véspera do ataque, foi detido na sexta-feira (30).

“Estamos tentando esclarecer [qual foi] seu papel”, disse um policial, referindo-se ao terceiro detido.

Simone Barreto Silva morreu no ataque à basílica de Nice, na França — Foto: Reprodução/Facebook/Simone Barreto Silva

Os investigadores tentam determinar se o agressor pode ter tido cúmplices e como ele conseguiu obter dois telefones celulares.

Segundo fontes francesas e italianas, o autor dos ataques chegou ilegalmente à Europa, via ilha italiana de Lampedusa, porto comum para imigrantes ilegais, no dia 20 de setembro.

O agressor ligou para seu irmão Yassine, que mora em Sfax, na Tunísia, na véspera do atentado: “Ele nos disse que foi para a França porque era mais fácil encontrar trabalho lá”. O autor do atentado se tornou religioso há dois anos, afirmou o irmão.


Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!