Salvador tem título de ‘Cidade da Música’ renovado pela Unesco

Salvador tem título de ‘Cidade da Música’ renovado pela Unesco

A cidade de Salvador (BA) obteve o título de “Cidade da Música” renovado, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), após quatro anos de constante acompanhamento internacional, de acordo com informação divulgada pela prefeitura, nesta terça-feira, 29.

A Rede de Cidades Criativas da Unesco busca promover a cooperação internacional entre cidades para desenvolvimento urbano sustentável, inclusão social e aumento da influência da cultura no mundo.

A capital baiana enviou um relatório plurianual das atividades desenvolvidas como Cidade da Música, em dezembro de 2019. Com isso, foi monitorada por outras Cidades Criativas da Unesco e deteve o reconhecimento renovado após avaliação de especialistas mundiais na área de economia criativa.

“Estamos colhendo os frutos de um trabalho árduo de transformação da nossa capital. Esse reconhecimento projeta ainda mais aquilo que é produzido em nossa cidade. A capital baiana é marcada pela diversidade cultural e multiplicidade de gêneros que se projeta para o Brasil e para o mundo e tem na música uma das mais fortes indústrias de produção econômica, inclusão social e geração de emprego e renda”, ressaltou a nota da prefeitura.

Alguns pontos considerados e enfatizados pelos especialistas são: a restauração do Centro Histórico, o fortalecimento da economia local através da criatividade, música e cultura, e a preocupação da gestão com o desenvolvimento local por meio do turismo de patrimônio.

Salvador foi a primeira cidade brasileira mundo a ganhar o reconhecimento mundial como “Cidade da Música”, em 2015, e a terceira brasileira a fazer parte da Rede de Cidades Criativas, da Unesco.

Para o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, dentre as considerações dos especialistas os esforços para fomentar o crescimento da economia local merece destaque. “O documento da Unesco ressalta, entre outras coisas, os esforços da cidade em promover a estabilização e revitalização do Centro por meio da música e do patrimônio, além do trabalho com iniciativas locais e nacionais de apoio por meio de festivais de música e espaços públicos. São fatores que consideraram importantes para o desenvolvimento local sustentável”.

Além da capital baiana, outros sete municípios brasileiros também integram o bloco em outras áreas. São eles: Belém (PA), Florianópolis (SC) e Paraty (RJ), no campo da gastronomia; Brasília (DF) e Curitiba (PR), em design; João Pessoa (PB), em artesanato e artes folclóricas; e Santos (SP), no cinema.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!