Hoje 1 de setembro é o dia do endocrinologista

Hoje 1 de setembro é o dia do endocrinologista

Saiba o que é e quando procurar

Endocrinologista é o responsável por tratar várias doenças, como obesidade, taxas elevadas de colesterol, disfunções da tireóide e hipófise, diabetes, entre outras, além de fazer as reposições hormonais adequadas. Ele é o especialista que diagnostica as alterações hormonais e as disfunções do metabolismo, tratando-as e restabelecendo o equilíbrio do organismo.



O campo de atuação é muito vasto, porque os hormônios regulam todas as funções orgânicas. Hormônios são substâncias responsáveis por regular diversas funções do nosso organismo, como o crescimento, o desenvolvimento das características sexuais, a absorção de açúcar e de cálcio, o ciclo de sono e vigília e o equilíbrio entre apetite e saciedade.


Médico (Foto: Reprodução/Freepik)


Leia mais: Flavia Pavanelli sobre procedimentos estéticos: “Eu me sinto bem do jeitinho que estou”

Veja os principais exemplos

Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional Minas Gerais (SBEM-MG), alguns exemplos de alterações hormonais são:

Obesidade: É uma doença crônica causada pela má alimentação, falta de exercícios e/ou distúrbios hormonais, dificultando a perda de peso e aumentando o risco de diabetes, hipertensão, AVC, problemas ortopédicos, doenças no coração, como infarto, por exemplo.

Diabetes: A insulina é o hormônio produzido pelo pâncreas e que controla a glicemia. Qualquer alteração na produção da insulina provoca excesso de açúcar no sangue, caracterizando a diabetes. Se existe histórico familiar ou se observar que está com muita sede, vontade de fazer xixi ou perda de peso aparente e sem motivo, é hora de procurar o Endocrinologista.

Disfunções tireoidianas: A glândula tireoide controla todos os aspectos do metabolismo do nosso corpo. No hipotireoidismo, ela não consegue produzir hormônios suficientes para funcionar bem, levando à desaceleração do organismo e ao ganho de peso. A aceleração do batimento cardíaco, o aumento do apetite, a ansiedade, a sensibilidade ao calor ou a perda súbita de peso são os principais sintomas.

Colesterol: O excesso de colesterol no sangue está associado à obesidade, alimentação inadequada, herança genética e a falta de exercícios físicos. O tratamento adequado certamente reduzirá futuras complicações cardiovasculares.

Osteoporose: Caracterizada pela perda de cálcio nos ossos, ela causa fragilidade e porosidade, deixando-os mais suscetíveis a fraturas.

Reposição hormonal: Durante a menopausa e a andropausa, há a diminuição da produção de hormônios no organismo, causando diversos incômodos. O tratamento é realizado com a reposição hormonal adequada para cada caso.

Por: Maycon Jonas

(Foto Destaque: Médico Endocrinologista. Reprodução/Freepik)



Compartilhe
Comente

Siga-me no Instagram @dumleao

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!