Ano Novo de Salvador vai ser transmitido ao vivo para incentivar isolamento

Ano Novo de Salvador vai ser transmitido ao vivo para incentivar isolamento

Com as medidas restritivas de combate à pandemia e o cancelamento do Festival da Virada, a celebração ao Ano Novo virou uma incógnita. Apesar de não detalhar como será a festa este ano, o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, antecipa que a comemoração vai ser transmitida ao vivo, para que as pessoas possam curtir em casa.

“Que também seja transmitido para todo o país e para fora, para que as pessoas possam aproveitar em casa, com toda segurança. Para que possamos dar as boas vindas ao retorno dessa atividade tão importante pra gente, que é o turismo, sempre de forma segura”, explicou o gestor em entrevista ao programa ‘Isso é Bahia’, da rádio A TARDE FM, nesta quinta-feira, 27.

“É difícil prever como a cidade vai estar até lá, mas o que a gente pede é que, se já tivermos a festa em determinados locais, que isso seja feito de forma segura”, completou.

A prefeitura já teria uma lista com atrações a confirmar e alguns formatos para aplicar na comemoração do Ano Novo. A ideia é manter o réveillon de Salvador lembrado neste ano, para que, em 2021, caso haja condições, o Festival Virada seja um destino procurado neste período.

Retomada

O Turismo foi um dos setores mais atingidos pela pandemia da Covid-19 no mundo, com impactos na oferta e demanda de viagens, atingindo todos os trabalhadores desta cadeia produtiva. Segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o setor perdeu quase R$ 90 bilhões em decorrência do novo coronavírus.

O segmento foi fortemente impactado pela intensificação de medidas visando à redução do ritmo de expansão da doença, como o isolamento social e o fechamento das fronteiras em diversos países. Em março, quando foi decretada a pandemia de covid-19, o setor acumulou perda de R$ 13,38 bilhões em relação à média mensal de faturamento nos meses anteriores.

Isaac explicou que é difícil prever a retomada do setor turístico, mas que deve acontecer em breve. “Tudo depende muito da evolução da pandemia. Agora já temos protocolos de bares e restaurantes, a gente está vendo pelos dados que essa abertura não provocou grandes influências, até agora, no aspecto da pandemia”, salientou.

Salvador lidera o interesse de turistas no Brasil no pós-pandemia, de acordo com um levantamento da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa). Isaac explicou que é importante manter a capital baiana como um destino atrativo.

“O marco de uma virada, de um novo patamar de vida, é algo importante que também movimenta essa economia criativa. Coloca a cidade como um destino turístico para quando a retomada for possível”, disse.

Confira a entrevista completa:




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!