Gilmar Mendes pede vista da ação que discute prisão domiciliar para Geddel Vieira Lima

Gilmar Mendes pede vista da ação que discute prisão domiciliar para Geddel Vieira Lima

​O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, pediu vista da ação que discute a concessão de prisão domiciliar para Geddel Vieira Lima. Segundo informações da coluna Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, ele pretende discutir melhor a questão em virtude da pandemia de Covid-19.

O ministro Edson Fachin já havia negado, em 26 de junho, o pedido feito pela defesa de Geddel. No dia 15 de julho, porém, o ministro Dias Toffoli concedeu a domiciliar. Ele considerou que havia agravamento do estado de saúde do político baiano com “risco real de morte reconhecido”.

Qualquer ministro pode pedir vista durante o julgamento em plenário ou nas Turmas, até o final da análise do caso. O objetivo desse instrumento é dar mais tempo para que um julgador estude de forma mais aprofundada um determinado tema antes de proferir seu voto

Em outubro do ano passado, Geddel foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a 14 anos e 10 meses pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa, no caso dos R$ 51 milhões encontrados em malas de dinheiro e caixas em um apartamento em Salvador, em 2017. Ainda cabe recurso no processo.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!