Para frear ressurgimento de Covid-19, Austrália volta a impor restrições na segunda maior cidade do país | Coronavírus

Para frear ressurgimento de Covid-19, Austrália volta a impor restrições na segunda maior cidade do país | Coronavírus

A segunda maior cidade da Austrália, Melbourne, anunciou novas restrições a setores da economia como o varejo e a construção nesta segunda-feira (3). É uma tentativa de conter o ressurgimento da Covid-19 no município.

Melbourne já estava com toque de recolher noturno, que se mantém.

Essas novas restrições têm um prazo inicial de seis semanas.

Espera-se que as novas medidas dobrem o número de profissionais afetados pelas restrições do coronavírus para cerca de 500 mil e, juntamente com os que trabalham em casa, impedirão 1 milhão de pessoas de se locomover para o trabalho, disse o primeiro-ministro Daniel Andrews.


O estado de Victoria, onde fica Melbourne, declarou um “estado de desastre” no domingo.

A Austrália teve 18.361 casos de coronavírus e 221 mortes devido ao Covid-19. A população é de 25 milhões. O aumento nas transmissões da comunidade em Victoria, no entanto, levantou temores de que a taxa de infecção pudesse sair do controle.

“É isso que temos que fazer para impedir a propagação desse vírus descontroladamente infeccioso”, disse Andrews em entrevista coletiva.

“Caso contrário, não teremos seis semanas de restrições –teremos um período de seis meses.”

As últimas mudanças em Victoria significaram que a produção nas fábricas de carne seria reduzida em um terço, as atividades de construção e o pessoal nos centros de distribuição também seriam reduzidos e todas as escolas retornariam ao aprendizado remoto.

Os supermercados permanecerão abertos junto com a entrega e entrega dos restaurantes, mas muitos outros pontos de venda serão fechados.


Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!