100 hectares de floresta são destruídos pelas chamas em ponto turístico no sudoeste da França | Mundo

100 hectares de floresta são destruídos pelas chamas em ponto turístico no sudoeste da França | Mundo

Mais de 100 hectares de uma floresta de pinheiros no sudoeste da França foram destruídos em um incêndio maciço que acabou sendo controlado nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (31).

Nenhuma vítima foi registrada, mas pelo menos três casas foram completamente destruídas e dezenas de pessoas foram retiradas de suas residências.

O incêndio na floresta de pinheiros de Chiberta, perto da comunidade litorânea de Anglet, no sudoeste da França (região conhecida como “Pirineus Atlânticos”), começou na manhã de quinta-feira (30), provocado por temperaturas crescentes e condições de seca que permaneceram até à noite.

A causa específica do incêndio – combatida por mais de cem bombeiros e aviões bombardeiros canadenses – ainda não foi estabelecida.


Embora o pior do incêndio tenha sido controlado, “ainda existem riscos de que ele possa recomeçar”, alertou o chefe de polícia de Bayonne, Hervé Jonathan. O prefeito de Anglet, Claude Olive, descreveu como mais de trinta moradores foram evacuados e, embora nenhuma vida tenha sido perdida, ele se declarou chocado com o nível de destruição.

“O que estou vendo é lamentável. A floresta, um tesouro em termos ambientais e patrimoniais, virou fumaça”, disse o prefeito à radio France Info. “É sinistro, não resta mais nada. Em particular, perdemos o centro de Educação Ambiental, onde realizamos recentemente oficinas para crianças”, explicou.

“Chamas a 10 metros de distância”

No total, onze casas foram danificadas, três delas completamente destruídas e os moradores descreveram o medo que sentiram quando o vento aumentou, abanando as chamas e alastrando o incêndio. “No final da minha rua, as chamas estavam se aproximando das casas e eram muito fortes: todos nós pulamos em nossos carros”, disse um morador da cidade costeira perto de Biarritz.

“Eu vi as chamas a 10 metros de distância!” disse outro morador que mora na orla da floresta, acrescentando que “geralmente nunca há vento forte aqui”. 34 pessoas foram levadas para um abrigo temporário em um ginásio próximo e 16 pessoas foram tratadas por inalação de fumaça em hospitais locais.

O sudoeste da França experimentou um clima particularmente quente na quinta-feira, com a cidade vizinha de Saint-Jean-de-Luz estabelecendo seu novo recorde de temperatura de 41,9°C.

A agência meteorológica da França emitiu avisos de temperaturas e de ondas de calor de até 41°C, seguidas por tempestades em muitas áreas do país nesta sexta-feira (31) e sábado (1°).


Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!