Suspeito morre em confronto com a polícia em ação contra traficantes e homicidas

Suspeito morre em confronto com a polícia em ação contra traficantes e homicidas

Deflagrada na manhã desta terça-feira, 28, a Operação Flashback II resultou na prisão de 18 suspeitos de tráfico e homicídios, além da morte de um suspeito e a apreensão de armas e drogas em bairros de Salvador e interior do Estado.

Conforme divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), a ação, que contou com informações da Controladoria Geral da União (CGU), atendeu ordens judiciais selecionadas através do Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP).

Em Salvador, equipes policiais atuaram nos bairros de Cosme de Farias, Federação, Pirajá, Uruguai, Paripe, Plataforma, Susuarana, São Cristóvão, Arenoso e Tancredo Neves. Neste último bairro, com um dos alvos, os policiais encontraram uma espingarda calibre 12, tabletes de maconha e uma balança.

Durante as diligências na capital, dois criminosos, sem mandados, acabaram sendo interceptados. No bairro de São Cristóvão um homem correu, mas acabou cercado e capturado com uma arma de fogo e porções de drogas. Em Sussuarana, uma pistola austríaca, carregador, munições, colete balístico, porção de maconha, balança e embalagens plásticas estavam com um traficante. Ele atirou quando viu as guarnições, acabou atingido no confronto, foi socorrido, mas não resistiu.

 

Outros mandados foram cumpridos nas cidades de Camaçari, Feira de Santana, Juazeiro, Jacobina, Itapetinga e Porto Seguro.

Integração

A operação contou com a participação de policiais Militar e Civil (unidades territoriais e especializadas) e do MPE, através do Centro de Apoio Operacional Criminal (Caocrim), do Centro de Apoio Operacional da Segurança Pública e da Defesa Social (Ceosp), do Grupo de Apoio Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI).

“Importante unirmos forças contra a criminalidade. Seguindo as diretrizes da SSP, estamos sempre a postos para dar apoio às instituições parceiras, como é o caso do Ministério Público Estadual. Que seja a primeira de muitas operações integradas contra o tráfico de drogas”, desejou o comandante de Operações da PM, coronel Humberto Sturaro.

O promotor de Justiça Luís Alberto Vasconcelos, coordenador do Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp), destacou que a operação é fruto da articulação entre o MPBa, SSP e CGU, com o objetivo de localizar e prender autores de crimes graves, como homicídio e tráfico de drogas, em todo o estado da Bahia. “É o início de uma grande ação de repressão a delitos que impactam na segurança pública baiana”, finalizou.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!