Prefeito de Milagres é acusado de agressão e tentativa de homicídio

Prefeito de Milagres é acusado de agressão e tentativa de homicídio

Gritos, xingamentos e estouros de bombas. Tudo isso foi registrado em áudios que circulam em grupos de Whatsapp na cidade de Milagres, a 240 quilômetros de Salvador. Conforme denúncia de um oposicionista, o prefeito Cézar de Adério (PP) é acusado de agressão e tentativa de homicídio.

O chefe do Executivo local teria ido na noite de sábado, 25, até a casa de Jeferson Braga, que é filiado ao PT, ameaçado de agressão uma mulher de prenome Gerusa e o ameaçado de morte o oposicionista. Além disso, há relatos de que pessoas ligadas ao prefeito teriam soltado bombas em frente à residência do denunciante.

Ao Portal A TARDE, Jeferson relatou que o prefeito já o persegue há tempos. “O prefeito acha que está acima de tudo e de todos”, diz. Além da oposição partidária, as causas da divergência não foram esclarecidas.

Jeferson afirma ainda ter sofrido outras ameaças de morte promovidas pelo prefeito Cézar de Adério. Segundo ele, uma queixa já foi registrada na polícia. Ainda segundo Jeferson, o Ministério Público também foi acionado. “Outro dia ele tentou me matar em frente à delegacia. Se eu não entrasse na unidade correndo, teria me matado. Já registrei queixa no Ministério Público”, afirma.

Jeferson reitera também que a Polícia Militar, bem como a Polícia Civil da cidade, tem conhecimento do ocorrido. O Portal A TARDE tentou contato com o prefeito Cézar de Adério neste domingo, 26, mas não obteve sucesso. 

Em vídeos compartilhados por meio do Whatsapp, o prefeito afirma que Jeferson “quer difamá-lo”. Também procurada pela reportagem, a Polícia Civil de Milagres informou que nenhum registro foi feito na 12ª Coorpin.

Abaixo, o vídeo em que supostamente o prefeito faz ameaças ao casal. Estampidos de bombas podem ser ouvidos. Assista:

 




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!