Neste Dia da Mulher Negra, conheça 6 mulheres e iniciativas protagonizadas por elas na Bahia

Neste Dia da Mulher Negra, conheça 6 mulheres e iniciativas protagonizadas por elas na Bahia

Celebrado neste sábado, 25, o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e Caribenha e Dia Nacional de Tereza de Benguela marca o Julho das Pretas, iniciativa de mulheres negras para evidenciar a presença feminina negra na sociedade e discutir sobre as opressões de raça e gênero existentes na sociedade atual.

De população majoritariamente negra, a Bahia se construiu também com a força de mulheres negras que lutaram e lutam para que suas vozes sejam valorizadas, como Maria Felipa, como Vilma Reis, e tantas outras mulheres que tiveram e têm importante atuação no nosso estado.

Aproveito a data para destacar e homenagear mulheres e iniciativas baianas que foram criadas por mulheres negras e, em suas respectivas áreas, contribuem para uma Bahia mais plural.

Confira abaixo:

Carla Akotirene

Carla Akotirene
Carla Akotirene

Intelectual e professora assistente na Universidade Federal da Bahia, Carla Akotirene é uma das vozes que destacam a importância da interseccionalidade no Brasil. Ela é autora do livro “Interseccionalidade”, da Coleção Feminismos Plurais, coordenada pela filósofa e feminista negra Djamila Ribeiro, e da obra “O Paí, Prezada”, que estuda, com uma metodologia afrocentrada, dados sobre a ausência de políticas públicas em gênero e raça para mulheres encarceradas em Salvador. Carla estreou recentemente como colunista da Vogue.

Pagode Por Elas

Pagode Por Elas
Pagode Por Elas

Idealizado por estudantes na época da universidade, o projeto Pagode Por Elas foi para além da academia e tornou-se um espaço de valorização da presença feminina no pagodão baiano. Ocupado em sua maioria por mulheres negras, o espaço do pagode destinava à elas o lugar de sexualização. O projeto, que é liderado pelas jornalistas Joyce Melo, Beatriz Almeida e Giovana Marques, tem o objetivo de evidenciar a presença feminina para além do papel de “piriguete” e coloca-las no lugar de protagonistas.

Nara Couto

Nara Couto
Nara Couto

Dona do single “Linda e Preta”, Nara Couto é uma das representantes das belezas da música afro-baiana. Nascida no bairro do Curuzu, Nara é pesquisadora cultura africana e afro-brasileira, além de dançarina especializada em dança afro contemporânea. Já atuou no Balé Folclórico da Bahia e já trabalhou com artistas como Ivete Sangalo e Margareth Menezes. Seu último lançamento musical foi o EP “Contipurânea”, que traz em suas músicas o culto aos orixás e a multiplicação cultural.

CineQuebradas

CineQuebradas
CineQuebradas

Composto por cinco mulheres das artes visuais, a CineQuebradas é uma mostra de cinema organizada por mulheres negras lésbicas e bissexuais, que fomentam um espaço seguro e afetuoso para a exibição de filmes sobre suas existências e dialogar sobre suas vivências. O projeto integra Fabíola Silva, Fernanda Ceuta, Loiá Fernandes, Julia Morais e Tais Amordivino.

Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras

Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras
Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras

Criado para evidenciar a literatura produzida por mulheres negras, o projeto Diálogos Insubmissos de Mulheres Negras tornou-se uma plataforma voltada às produções dessas mulheres. Em Salvador, elas organizam iniciativas que buscam discutir essa literatura e valorizar as produções nacionais e locais de mulheres negras.

Najara Black

Najara Black
Najara Black

Empreendedora, a designer de moda Najara Black é a criadora da marca de roupas N Black, que se destaca pelas peças que evidenciam a importância e autoestima da população negra, trazendo também a identidade baiana em suas criações.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!