Caso de digital influencer mirim desaparecida divide opiniões nas redes sociais

Caso de digital influencer mirim desaparecida divide opiniões nas redes sociais

A criança e digital influencer mirim Aylla Sophia foi dada como desaparecida neste sábado, 18. O caso foi divulgado nas redes sociais da Aylla. De acordo com a publicação oficial na rede social, o responsável pela criança pede que qualquer informação sobre o paradeiro da Aylla seja informada para a polícia ou para seu número pessoal, disponibilizado na postagem.


Contudo, publicações divulgadas em outras redes sociais constam que o caso trata-se de uma fake news (notícia falsa) para aumentar o número de seguidores da página da Aylla Sophia.

A capitã da Polícia Militar da Bahia (PMBA), Sheila Barbosa, foi uma das pessoas que compartilharam, inicialmente, as publicações pedindo ajuda para encontrar a criança e depois compartilhou uma postagem informando que o desaparecimento se tratava de uma notícia falsa.

Na foto divulgada pela capitã, tem uma mensagem respondendo a foto da menina desaparecida. A mensagem diz: “Pessoal do grupo dos vizinhos falou aqui. A mãe só queria seguidores e escondeu a filha em casa… Disse que está uma confusão na rua de baixo com aessa história”.

Com a dúvida da repercursão e após a publicação de vídeos da mãe de Aylla Sophia nos stories do Instagram, que dizia não ser capaz de simular o desaparecimento da filha, a capitã Sheila optou por apagar a foto da fake news.

“Não sei se é real ou não, mas deixei a foto do desaparecimento da menina porque me sensibilizo demais com as crianças. Porém, se descobrir que o caso é falso eu mesmo denuncio a família da menina”, comenta a capitã da PM.

E completa: “Só acho muito estranho muitas coisas do caso. Se eu fosse a mãe já teria ido para todas as televisões, rádios e jornais, em vez de ficar somente no Instagram. Vamos acompanhar e esperar que fique tudo bem com a criança”.

O Portal A TARDE entrou em contato com a assessoria da Polícia Civil, que informou não ter encontrado nenhum Boletim de Ocorrência (BO) sobre o caso com as informações divulgadas pela rede social da Aylla. A polícia também informou que precisaria de mais informações que não estão disponíveis na publicação.

Falso desaparecimento é crime

Segundo a advogada Natalia Costa, a divulgação falsa e intensional de um desaparecimento caracteriza-se como falsa comunicação de crime e implica em prejuízo à Administração da Justiça.

“Isso acontece porque a conduta pode provocar a movimentação indevida do Estado para apurar fato criminoso inexistente”, comenta a advogada.

Natália explica que para se configurar o crime, são necessários três requisitos, sendo eles: a) ação efetiva de autoridade; b) mediante comunicação falsa; c) de fato definido como crime ou contravenção; d) de forma dolosa.

Caso o desaparecimento da digital influencer mirim seja falso, as consequências aos responsáveis da criança, caso seja confirmado pelas autoridades competentes, é detenção, de um a seis meses, ou multa.

A reportagem tentou entrar em contato com a família da Aylla Sophia, mas não conseguiu retorno sobre o caso.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!