Rodízio e redução de 50% dos alunos marcarão retorno de aulas em Salvador

Rodízio e redução de 50% dos alunos marcarão retorno de aulas em Salvador

O secretário de Educação de Salvador, Bruno Barral, disse neste sábado, 18, que a retomada na rede municipal de ensino será de forma gradual e contará com uma espécie de rodízio de estudantes, além de redução da capacidade nas salas em 50% dos matriculados.

“Estabeleceremos um rito gradual, em regime de rodízio, no máximo 50% dos alunos nas salas de aulas e começaremos com os mais velhos, deixando a educação infantil para o final”, explicou ele. Já na rede privada, Barral diz que não há como controlar. “Determinaremos um adensamento mínimo de 1,5m de distanciamento por aluno”, pontuou.

Há também a expectativa de alinhamento com a Secretaria Estadual de Educação para a integração entre os futuros calendários e a migração de alunos das escolas municipais para as estaduais.

Segundo o secretário de Educação do município, a retomada do ano letivo, de forma presencial, nas redes pública e privada, poderá acontecer no mês de setembro. Para Barral, a expectativa é que o retorno aconteça de forma gradual, desde que as fases de reabertura sejam aprovadas.

Segundo ele, o protocolo tem duas fases – uma para a questão estrutural e outra para roteiro pedagógico. Na próxima segunda-feira (20), Barral apresentar o protocolo de retomada das aulas para o prefeito aprovar e a expectativa é que o retorno seja no início de setembro.

“Tudo vai depender de como vão se comportar as fases de abertura, já que na semana que vem teremos novos leitos de UTI, o que nos dará um alento, tranquilizando para quem entra na fase 1. Ocorrendo bem as fases 1 e 2, teremos a perspectiva de volta”, disse o secretário.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!