Até 132 milhões podem passar fome em 2020 por causa da pandemia, dizem agências da ONU | Mundo

Até 132 milhões podem passar fome em 2020 por causa da pandemia, dizem agências da ONU | Mundo

No relatório, os órgãos reconhecem que a crise da Covid-19 “está intensificando as vulnerabilidades e inadequações do sistema de alimentação global“. Segundo a ONU, esse sistema se representa por todas as atividades e processos de produção, distribuição e consumo de alimentos.

Em 2019, diz o relatório, havia 690 milhões de pessoas passando fome — 10 milhões a mais do que no estudo feito no ano anterior. Portanto, com a pandemia, o total nessas condições poderia passar de 800 milhões — ou seja, cerca de 10% da população mundial.

Preocupação com o futuro

Segundo a ONU, a fome vem voltando a aumentar no mundo desde 2014, ainda que vagarosamente. O dado preocupa porque a tendência reverte décadas de diminuição no número de pessoas famintas. As regiões mais preocupantes são as seguintes:


O aumento da fome no mundo serve de alerta para a ONU porque, com as pioras nos indicadores, dificilmente os países cumprirão a meta de erradicar a fome a partir de 2030.

Além da pandemia, outras crises que o mundo já enfrentavam antes mesmo dos primeiros casos de Covid-19 contribuem para os dados ruins: guerras como a do Iêmen — uma das crises humanitárias mais graves deste século — pioram o cenário da fome no planeta.


Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!