Prefeitos da RMS discutem com governador a retomada das atividades

Prefeitos da RMS discutem com governador a retomada das atividades

Os prefeitos de Camaçari, Lauro de Freitas, Candeias e outras sete cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS) vão se reunir com o governador Rui Costa nesta sexta-feira, 10, às 16h, para obter dados sobre o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis nos municípios, que deverá fornecer subsídio para retomadas das atividades econômicas.

O protocolo conjunto estabelecido pelas cidades da RMS prevê a reabertura do comércio mediante a confirmação de que o município conta com uma taxa de ocupação dos leitos de UTI abaixo de 75%.

Também vão participar do encontro os prefeitos de Dias D’ávila, Itaparica, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Conde. Dias D’ávila, Itaparica, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho e Conde.

“Fizemos um protocolo único, que será adaptado para realidade de cada município”, explicou Moema Gramacho, prefeita de Lauro de Freitas, durante coletiva no final da tarde desta quinta-feira. “Vamos buscar flexibilizar, respeitando o índice de cada município. Em parceria com o governo do estado e com a secretária de Saúde, que são os principais reguladores dos leitos, nós tomaremos uma decisão”, acrescentou ela.

O protocolo entre os prefeitos da RMS estabelece que a flexibilização poderá ser realizada por “bairros, segmentos do comércio ou por horário”. Moema ressalta que as negociações na cidade com os representantes do comércio têm sido cotidianas.

Medidas restritivas

A chefe do Poder Executivo de Lauro de Freitas falou sobre as restrições nos Bairros de Vilas do Atlântico, Buraquinho, Miragem e Pitangueira, tem reduzido a contaminação pelo coronavírus nas localidades.

O boletim divulgado pela secretaria de Saúde de Lauro de Freitas, na noite desta quinta-feira, 9, mostrou que o município registrou 48 óbitos e conta com 33 pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva por conta da Covid-19.

Ao ser questionada sobre o retorno às aulas por um internauta, a prefeita disse que na próxima semana sentará com representações do grupo educacional da iniciativa privada para “discutir um protocolo de intenção de abertura, ainda sem data para retornar”. Ela pontua que esse retorno das escolas públicas e privadas não será no “mês de julho e, provavelmente, não será no início de agosto”.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!