PMs envolvidos em tortura contra jovem negro em Paripe são denunciados

PMs envolvidos em tortura contra jovem negro em Paripe são denunciados

Os três policiais militares envolvidos em uma abordagem que terminou com agressão e insultos racistas a um adolescente negro de 16 anos foram denunciados pelos crimes de tortura nesta segunda-feira, 6, pelo Ministério Público estadual (MPBA). O caso ocorreu no dia 2 de fevereiro deste ano nas proximidades da subestação de energia elétrica no bairro de Paripe, em Salvador.

>>Jovem agredido por policial militar presta queixa na Corregedoria

>>Autor de vídeo que mostra violência policial é incluído em programa de proteção

>>Após agressão racista a jovem, entidade negra protesta na sede da PM

O jovem conversava com outros amigos, quando o grupo foi abordado pelos policiais. Segundo o MP, após afirmar que não era “bandido”, o adolescente foi agredido por um dos policiais com socos, pontapés e palavras “racistas e injuriosas”, com consentimento dos outros dois PMs.

Amplamente compartilhado, o vídeo da ação truculenta gerou revolta nas redes sociais. Nas imagens é possível ouvir um dos militares dizer: “Você pra mim é um ladrão. Você é vagabundo! Essa desgraça desse cabelo. Tire aí (o chapéu), vá! Essa desgraça aqui. Você é o quê? Você é trabalhador é, viado?”

Conforme a denúncia da justiça, os policiais constrangeram a vítima, valendo-se de sua autoridade, com violência ou ameaça grave, causando sofrimento físico ou mental em razão de discriminação e como forma de aplicar castigo pessoal. Tais práticas criminosas e respectivas penas estão previstas na Lei 9.455/1997.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!