Quilombolas manifestam em defesa de território em Lauro de Freitas

Quilombolas manifestam em defesa de território em Lauro de Freitas

Os moradores do Quilombo Quingoma em Lauro de Freitas, região Metropolitana de Salvador, fizeram uma manifestação na manhã desta sexta-feira. 26, contra a desapropriação de uma área reinvidicada pela comunidade, que servirá para construir uma rodoviária. 

A obra, de responsabilidade da Seinfra, e executada pela construtora CAVA Engenharia de Infraestrutura LTDA, que projeta pavimentação de 1.174,00m da via existente, além da implatação do acesso à Via Metropolitana, com extensão de 318m, próximo ao Hospital Metropolitano. 

“A construção da estrada é mais uma ação do governo do Estado, que vem atacando constantemente o território quilombola. A obra teve inicio em meio à pandemia da covid-19, sem nenhum diálogo com a comunidade. Não teve audiência pública, se quer a Associação Quilombola foi comunicada. Além de desapropriar nossas terras de forma truculenta e autoritária, a obra mata nossas nascentes de rios”, afirma a líder do Quilombo Quingoma, Ana Silva. 

A manifestação é organizada pela Associação Quilombola do Quingoma e pelo Movimento Aquilombar. Além disso, a ação reuniu moradores da comunidade, o apoio do Movimento Nacional Quilombo Raça & Classe, Central Sindical e Popular (CSP Conlutas) e do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal na Bahia (SINDJUFE-BA).

“O governo do Estado, através da Seinfra, agride a comunidade. Isso é mais um exemplo de como os povos tradicionais são tratados no Brasil, independente de qual governo seja. Somos frequentemente ameaçados, mas nossa coragem é maior que o medo que eles querem impor. Vamos resistir e defender nosso território. Exigimos respeito de um governo que se diz dos trabalhadores”, disse o ativista do Movimento Aquilombar, Vander Bispo. 




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!