‘Tem quem prefira ignorar o povo’

‘Tem quem prefira ignorar o povo’

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, disse ter recebido com estranheza as acusações do deputado federal Marcelo Nilo publicada em reportagem do Jornal A TARDE, na qual afirma que o prefeito estaria “legislando em causa própria”. Ribeiro, que é prefeito de Bom Jesus da Lapa (Oeste baiano), ressaltou que o debate sobre o adiamento das eleições é um pleito nacional e cabe ao Congresso e à Justiça Eleitoral, não sendo uma “exclusividade” sua.

“Tem muito parlamentar que desconhece a realidade dos municípios, vive na ponte aérea Salvador-Brasília e esquece de pisar no chão, onde o povo está morrendo sem expectativa de uma solução pra essa pandemia”, disse Eures.

O gestor explica que a UPB promoveu, em maio, uma reunião virtual com a bancada baiana para dialogar sobre o tema. “Infelizmente, o deputado Marcelo que é líder da bancada não apareceu. Se como representante do povo ele acha que temos condições de mandar o eleitor ir à urna em outubro sem colocar a saúde em risco, deveria ter o mínimo de respeito com os prefeitos e nos dirigir seus argumentos. Mas não o fez, nem de forma democrática”, lamentou Eures, que também é vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM).

“Nacionalmente, estamos ouvindo cientistas, universidades, autoridades sanitárias, porque são eles que devem apontar se é seguro ou não. São mais de 50 mil pessoas diretamente envolvidas na realização das eleições e que estarão expostas à contaminação sem que haja uma vacina. Na Europa e Ásia já se fala em segunda onda da doença e não atingimos o pico da primeira no Brasil. É no mínimo coerente que o assunto eleições seja discutido pelo Congresso Nacional”, pondera Ribeiro.

O prefeito de Bom Jesus da Lapa acrescenta que os representantes da nação não podem estar “desconectados” da realidade local dos municípios, que estão em maioria com decreto de calamidade pública em vigor pela falta de estrutura necessária para o enfrentamento do Coronavírus. “Eu fui reeleito em minha cidade com mais de 70% de aprovação para um segundo mandato. Não seria assim se eu não ouvisse a população na rua e é esse povo que está preocupado em pôr a saúde em risco. Tem quem prefira ignorar o povo, mas queremos o debate”, expõe Ribeiro




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!