Ovos de tartaruga encontrados na Barra são levados para Projeto Tamar

Ovos de tartaruga encontrados na Barra são levados para Projeto Tamar

Em um dia comum, tartarugas não costumam deixar ovos em praia muito movimentadas, mas, na terça-feira, 16, foram encontrados 80 ovos deixados por uma tartaruga oliva na praia da Barra. Nesta quinta-feira, 18, equipes do Grupo Especial de Proteção Ambiental (GEPA) da Guarda Civil Municipal (GCM), do projeto Tamar e da Limpurb, recolheram os ovos.

Depois de colocados em um isopor e cobertos com areia, os ovos foram levados para a unidade do projeto em Praia do Forte, onde serão protegidos em um cercado de incubação. Os filhotes podem nascer após um período que varia entre 45 e 60 dias.

Segundo a bióloga do Tamar, Natália Berchieri, o ninho precisou ser retirado porque estava em área considerada de risco para o desenvolvimento dos filhotes, por conta da iluminação artificial que pode confundir as pequenas tartarugas no curto trajeto de volta ao mar.

Ainda de acordo com a especialista, o cercado de incubação na sede do Tamar oferece as condições propícias de acondicionamento dos ovos e podem nascer até 70 filhotes. Geralmente, as tartarugas deixam seus ovos nas praias de Itapuã, Stella Maris e do Flamengo, que são ecossistemas tidos como menos movimentados.

O que também foi considerado atípico foi a desova em pleno mês de junho, já que o período costuma ser de setembro a março.Em caso de ocorrências ambientais, é possível acionar o GEPA, através de contato com o telefone (71) 3202-5312.




Compartilhe
Comente

Dum Leão

dumleao

Acesse e confira produtos incríveis…
Participe desse experiência.
3Cs – Confira! Compre! Compartilhe!